AROMA DE ORVALHO

SELEÇÃO ESPECIAL - POESIAS


AH!... TEU OLHAR!...
Os teus olhos me fazem sonhar.
Neles há magia...
luz que reluz
acariciando a serenidade
do meu olhar.
São como pérolas,
que na imensidão,
tem o dom de despertar.
São como as ondas,
que na intensidade,
mergulham profundo
nas águas de um oceano
que se faz em mar!
Ah!... Teu olhar!
Quantas vezes penetrou no meu
sem licença pedir!
Quantas alegrias me trouxe
pelo simples fato de existir!
Ah!... Esse teu olhar que,
como farol, brilha
na incerteza de um horizonte perfeito...
Que enlaça e não se desfaz apenas num piscar,
mas que insiste em minha alma tocar.
Irresistível olhar que facilmente vira canção,
poema, sonho... doce ilusão!
Olhar que já se desfez em nada,
mas me acompanha em cada novo amanhecer
como espelho da manhã...
reflexo de bem-querer, sorriso no infinito!...
Teu olhar gentil é amigo... suspirante...
É, entre todos, o mais bonito!
Ah!... Teu olhar!...
É tudo o que tenho, sem ter...
É tudo que apeteço em querer...
É, talvez, o elo entre o meu e o teu ser...
Mas faz-me pensar...
"Por que em ti pousei o primeiro olhar?"
Ah!... Teu olhar!...
Tão denso e intenso quanto o mar...
Virtuosamente se insere num doce
compasso aos contornos do ver...
para me fazer sonhar.

AROMA DE ORVALHO
Imagem: WEB
06/11/2016
Foto

NUM TERNO VAI E VEM!...
Para além do universo tecemos sonhos.
Sonhos delicadamente orvalhados em cores...
Cores, por vezes, tão cristalinas como o mar.
Mar, rotineiramente, banha uma certa praia...
Praia, esta, agita o pensamento e serena alegria.
Alegria expressa felicidade!
Felicidade reluz!
Reluz, brilhantemente, a luz que paira na água.
Água!... Docemente refresca o dia.
Dia de Sol,
Sol em energia,
Energia em arco,
Arco íris da paixão.
Paixão de um lado a outro...
Outro horizonte, talvez, mas que não seja ilusão!
Ilusão, às vezes, é assim...
Assim... eu não entendo!
Não entendo e fico quase rodopiando...
Rodopiando feito um pião!
Pião a girar faz lembrar uma bailarina...
Bailarina, essa, que não sou.
Sou apenas um suspiro...
Suspiro que um dia despertou.
Despertou, alegremente, segredando na janela.
Janela ofuscante em sonhos...
Sonhos em aquarela!
Aquarela mergulhada num sorriso aos contornos do olhar...
Olhar?... Mas, olhar para onde agora?
Agora, talvez, olharia para o luar.
Luar que anuncia ternura acariciando a noite...
Noite boa para sonhar...
Sonhar?... Novamente?... Não!... Não seria bom... Ou seria?
Seria, sim!... Para quem tiver coragem!
Coragem para recomeçar.
Recomeçar por onde?...
Onde tiver um farol.
Farol indica uma direção...
Direção certa para seguir.
Seguir em frente!
Em frente... Eis um caminho!... Talvez o melhor lugar!
Lugar que conduz à esperança.
Esperança de um reencontro...
Reencontro pode ser um recomeço!
Recomeço para uns, mas para outros, o fim!
Fim que lamenta a despedida quando vem chegando e...
E chegando... aqui chegou.
Chegou?!...

AROMA DE ORVALHO
Imagem: Internet
02/11/2016
Foto

NUM INTERVALO DE TEMPO...
Num intervalo de tempo
te prometi sorrisos e
estrelas brilharam
à tua volta...
És a fantasia que em mim
corre solta!

Num intervalo de tempo
falei ao teu ouvido e
o silêncio se quebrou!
Meus pensamentos,
suspirantes em ti,
vaguearam pela maresia
e um lindo sonho se formou.

Num intervalo de tempo
fui o teu anjo... a tua flor!
Talvez um apetitoso
poema de amor...
Foste o refúgio do meu olhar
passageiro perambulando
pelas colinas de um suave
sentimento de outrora.

Num intervalo de tempo
mostraste-me o melhor da estação
e num doce giro de prazer
ventos impulsionaram a melodia,
refeita em luz,
para o raiar de um novo dia...

Num intervalo de tempo,
lado a lado, entre a distância
e um único momento,
a tua existência, aqui dentro,
nunca se perdeu...
Sinto o teu olhar que...
incessantemente acaricia o meu.

Num espaço de tempo,
um intervalo pode ser nada,
mas... tuas palavras...
Ah!... Tuas palavras!
... Mudariam o rumo de
alguém nessa estrada.

AROMA DE ORVALHO
Imagem: Internet
30/10/2016
Foto

ROMANCE...
Nosso romance é assim,
se faz no espaço e tempo
que sorri em plenitude...
Que encontra nas montanhas,
nos vales, nas estrelas e no horizonte,
o instante de aconchego abrasador...
Contigo, o infinito se abre para o despertar
de cada instante...
Ao teu lado, o aroma das manhãs tem sabor...
os segundos tem consistência,
a maré, tem essência...
a tempestade é doce!
E o céu?...
Ah!... Um acalanto multicor!
Um fascínio para muito além do sonhar.
Contigo, defino detalhadamente
o sentido de amar,
sorvendo as delícias ao nosso redor.
Contigo, me completo,
tornando-te único ao esplendor...
E, ao fazer eco,
ressoando ternura, cumplicidade, calor...
mergulhamos na eternidade,
que canta aos nossos ouvidos
a alegria... a conquista... o amor!
Mas é despindo de toda serenidade,
que desbravamos um mundo que é só nosso...
Na intensidade que nos consome
nosso romance tem nome...

AROMA DE ORVALHO
Imagem - Pintura: Anna Razumovskaya (disponível na WEB)
12/11/2016
Foto

O MELHOR DIA... (1ª PARTE)
O dia mais lindo?...
Não foi o dia em que te conheci, mas
inexplicavelmente, o dia em que
atravessaste as janelas da minha
alma para alegrar-me...
E assim o fez.
... O teu sorriso?
Inúmeras vezes imaginei e... desejei ver.
Faceiro...
Fizeste dele secreto, sereno e levemente ligeiro.
Arrebatador!
Mas, quem de nós sorriu primeiro?...

AROMA DE ORVALHO
Imagem: Web
22/11/2016
Foto

O MELHOR DIA... (2ª PARTE)
Veio o amanhecer...
Intenso e tão sorridente,
logo tratou de anunciar
a mais incrível de todas as manhãs...
Sintonia e prazer... Juntos deixamos acontecer.
E sim!... Tornou-se inesquecível...
Foste o meu Eros e eu a tua Psiquê.
Amei-te como jamais amara alguém...
Amou-me, entregando-se como ninguém.
Juntos, acariciados pelo instante,
descobrimos o jardim do Éden.
Mas... não houve pecado.
O momento sublime se fez em sonho alado...
Surpreendente e inesperado.
Aconchegaste-me a ti
como se não houvesse outra vez...
e num espaço associado ao "quase impossível",
o teu calor docemente senti.
Rendidos a meio caminho
deste-me refúgio...
e, num longínquo segundo daqui,
despertaste-me.
Renasci!

AROMA DE ORVALHO
Imagem: Internet
22/11/2016
Foto

O MELHOR DIA... (3ª / ÚLTIMA PARTE)
Anoiteceu....
O horizonte que se abriu, e sorridente me envolveu,
de repente, sumiu... Será que se perdeu?
O sonho, que era lindo, talvez não tivesse sido teu...
apenas meu.
E foi assim... Distanciaste de mim!
Tão brilhantes, no céu, as estrelas me mostraram
o sentido da saudade... Saudade que não tem fim!
Que indo e vindo, são como as ondas do mar...
Ondas que banham, na areia, as marcas que vou deixando...
Marcas que o mar vai juntando... intensificando... acomodando.
E quanto mais recordações, mais azul a sua cor vai ficando.
Porque essa é cor dos sonhos que guardo de ti.
E a tua imagem?...Impossível esquecer.
Sabe... Fazes-me falta!
Sinto-te... e o silêncio me envolve.
Olho para longe, desejando um milagre acontecer.
Nas lembranças... o teu cheio, tua ternura, palavras, nossa doce loucura... momentos que enlaçam a esperança de que venhas me encontrar.
Nesse olhar, para o infinito, desejo dos pássaros as tuas asas
para voar e, em liberdade, poder te abraçar.
Sabe...
Não quero sentir a tua falta...
e resisto o teu nome dizer,
mas quero olhar-te nos olhos...
Quero um novo amanhecer.
Quero, dentro de ti, me ver
e poder viver.
Pois... simplesmente,
fazes do meu dia o mais lindo!...
Amo-te!

AROMA DE ORVALHO
Imagem: WEB
22/11/2016
Foto

CHEGUEI
Cheguei e... por pouco não voltei.
Sei o que se foi e
Não sei o que será... se serei.
És ternura e abrigo,
Conquista e calor...
És um oceano
De intensidade e cor.
Sim, cor!... Pois tornas o meu dia
Um arco-íris de luz e aconchego,
Mesmo sem o saber...
É meu, o sorriso mais intenso
É teu, o calor que me faz tremer.
Se em teu olhar
Um caminho encontrei,
Sinto por meu sonhar
Que... desviar do teu, não sei!
Amor... amado,
Querido, apetitoso... alado!
Cheguei...
E, no espaço e tempo,
Talvez algum dia, encontrar-te-ei.

AROMA DE ORVALHO
Imagem/ Arte: Vicente Romero Redondo (via Internet)
28/11/2016
Foto

VOCÊ...
É você...
Quem aguça primores salientando sentimentos...
Alegra as estações dos prazeres eternos,
Dá vida às estrelas, cogitando momentos
E agita o recanto que me aconchega...
Sim... Você!
É você...
Quem, em mim, desperta o sentido da espera,
Assanha a esperança da contradição,
Recupera a essência quimera
E ao meu canto, dá ritmo e entonação.
Sim, você!
É você...
Quem sabe me fazer sorrir...
Quem traz, no olhar, a profundidade e o encanto...
Quem oferece, nos lábios, a loucura que adentra
E o sabor que ainda desconheço, mas apeteço.
Sim, você!
Somente você... Mesmo sem saber!
É você...
Quem desarruma o meu sono
Acariciando-o a todo instante...
Quem, num infinito de incertezas,
Impulsiona-me a degustar um novo horizonte,
e delirar nas profundezas de um sonho lindo!
Ah!.. Você!...
Só você pra me fazer sonhar!
Mas... Por quê?
Por que navegas em meus pensamentos
E mergulhas solto no mar do meu olhar?
Por que... você?

AROMA DE ORVALHO
Imagem: Internet
25/11/2016
Foto

TEU SORRISO
Teu sorriso...
É um mistério, por mim, desconhecido.
Por esse mistério
embriago-me nas entranhas
do teu olhar maroto
apetecendo nele pousar.
Viajando nas asas de um piscar
deslumbro teu contorno labial,
ansiando o teu néctar provar.
Adocicado ou melado
teria o sabor do teu beijo
em sorriso escondido?...
Dá-me o teu olhar
para que na minha alegria
tu possas adentrar e...
o teu mistério,
seja eu a... decodificar.

AROMA DE ORVALHO
Imagem: Internet
11/12/2016
Foto

NÃO TE AMO MAIS!
Não te amo mais e...
Não insista porque
Já tens, tanto quanto mereces ter.
Não te amo mais porque...
Já me conheces e sabes
O quanto posso oferecer.
Não te amo mais
Desde o último instante e...
Por falta de espaço, talvez!
É difícil explicar, mas...
Não te amo mais!
E, mesmo que insista...
Não te amar mais
Consiste num tempo, sem tamanho.
Tanto quanto difícil, é saber que...
Amar-te mais é quase impossível.
O amor quando satisfaz,
É genuinamente excêntrico.
Tamanha intensidade me diz
Que... Não amar demais,
É ser feliz!
Ter um amor cauteloso
É encontrar abrigo e aconchego no querer.
Não te amo mais e sei que...
Também não me amas mais
Para além do que podes amar-me.
Das voltas, que o mundo dá,
O infinito é quem poderá dizer
Quão eterno esse amor será.
Por mais que não nos amemos mais...
Sabemos bem como alcançar as estrelas.
É demais!...
Pra quê amar mais?

AROMA DE ORVALHO
Imagem: Internet.
02/12/2016
Foto

MOMENTOS, NEM SEMPRE...
Há momentos em que,
as palavras não saem...
o sentido... se perde...
o coração se comove
e desfaz-se em lágrimas.
Há momentos que...
se pudessem ser recuperados,
alterados ou, mesmo...
nunca existido!
Que momento!
Sonhos, inesperadamente, interrompidos!
Não há sentimentos que, nesse momento,
possa algo mudar...
Apenas o lamento e a dor que...
sem pedir licença, vão ocupando
o espaço no coração, na alma... no olhar.
Nesse momento, junto á saudade,
corre na veia a inconformidade...
Pois, há momentos que nem sempre...
o tempo consegue apagar,
ou fazer esquecer...
Como aceitar?
Que explicação pode haver?
Há momentos que indagam...
... "Por quê?"

AROMA DE ORVALHO
Imagem: Internet
02/12/2016
Foto